Inclusão Mamária

O que é?
A inclusão de silicone mamário de grau médico deve avaliar múltiplos fatores, tais quais o volume pretendido, a forma do implante, material do qual é constituído, tamanho do tórax, características da pele (flacidez, estrias, cicatrizes prévias, elasticidade) e o perfil psicológico entre outros. O tipo de anestesia fica a critério de cada cirurgião (local com ou sem sedação, peridural alta ou geral), assim como a via de acesso (peri-areolar, axilar, sulco mamário...), cada qual justificando o emprego de uma ou outra abordagem. Durante a consulta o paciente deve ser informado sobre a tolerância do organismo aos modernos implantes, bem como as possíveis complicações que podem advir de seu emprego. O uso de drenos é defendido por alguns profissionais, sendo as cicatrizes resultantes da intervenção mínimas.

Anestesia
Anestesia geral; peri-dural ou local; dependendo do caso.

Internação
De meio dia a 24 horas.

Duração da Cirurgia
Em média de 90 minutos até 120 minutos se necessário for. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois, esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. Seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

Pré – operatório
Comunicar-se conosco até a véspera da operação, em caso de gripe, indisposição ou antecipação do período menstrual. Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito lautas na véspera da cirurgia. Evitar todo e qualquer medicamento para emagrecer, que eventualmente esteja utilizando, por um período de 10 dias antes do ato cirúrgico. Isto inclui também certos diuréticos.

Pós – operatório
Evitar esforços nos 15 primeiros dias. Não movimentar os braços em excesso, atividade física normal após 30 dias. Não se exponha ao sol ou friagem, até 2ª ordem.

Existem muitos outros procedimentos operatórios disponíveis no arsenal do cirurgião plástico, objetivando esta breve exposição apenas orientar quanto a alguns aspectos referentes ao que se pode oferecer. Obviamente nada do que possa lido substitui uma consulta com o médico de sua escolha. Somente ele estará apto a realizar as avaliações necessárias e indicar o melhor tratamento para cada caso em especial. Certifique-se de estar consultando um especialista na área de atuação específica, busque informações, instrua-se e se oriente quanto a cirurgia pretendida. Valorize sua consulta aproveitando o tempo disponível para sanar suas dúvidas. Consulte também o site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
(http://www.cirurgiaplastica.org.br)