Blefaroplastia

O que é?
Cirurgia estética que visa corrigir excessos de pele das pálpebras superiores e inferiores, bem como tratar bolsas de gordura existentes na região as quais dão ao paciente um olhar "cansado" , além da hipertrofia e/ou flacidez muscular. Pela riqueza de estruturas desta região, requer profundo conhecimento anatômico, preparo e treinamento adequados não só do cirurgião como da equipe cirúrgica. De recuperação rápida, na maioria dos casos possibilita o retorno às atividades corriqueiras precocemente, desde que obedecidas as recomendações pós-operatórias. Podem ser associadas a diversas outras cirurgias dependendo da avaliação médica.


Anestesia
Pela extensão da cirurgia e boa qualidade dos anestésicos, a maioria dos casos é operada sob anestesia local (em alguns casos, com uma sedação prévia). Dependendo da vontade do paciente, poderão ser feitas sob anestesia geral. Reserva-se esta última conduta para os casos em que clinicamente está contra-indicada a anestesia local ou mesmo, quando a blefaroplastia esteja sendo feita simultaneamente a outras cirurgias.

Internação
Anestesia local em torno de 3 horas. Anestesia geral 24 horas ou alta no mesmo dia, dependendo do critério médico.

Duração da Cirurgia
Normalmente, em torno de 120 minutos. Dependendo do caso, existem detalhes que podem prolongar este tempo. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois, esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. Seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

Pré - operatório
Comunicar qualquer anormalidade que possa lhe ocorrer, quanto ao seu estado geral até a véspera da internação. Não fazer maquiagem no dia da internação. Trazer óculos escuros.

Pós – operatório
A drenagem linfática poderá ser indicada com o objetivo de diminuir o edema. Alimentação livre, a partir do 2o. dia pós-operatório. Usar óculos escuros quando se expuser à luz natural e ao vento. Evitar sol, vento e friagem, por 8 dias. Não traumatizar nem “coçar” os olhos. Dependendo de sua evolução pós-operatória, você poderá voltar às suas atividades normais, após 3 a 4 dias.

Existem muitos outros procedimentos operatórios disponíveis no arsenal do cirurgião plástico, objetivando esta breve exposição apenas orientar quanto a alguns aspectos referentes ao que se pode oferecer. Obviamente nada do que possa lido substitui uma consulta com o médico de sua escolha. Somente ele estará apto a realizar as avaliações necessárias e indicar o melhor tratamento para cada caso em especial. Certifique-se de estar consultando um especialista na área de atuação específica, busque informações, instrua-se e se oriente quanto a cirurgia pretendida. Valorize sua consulta aproveitando o tempo disponível para sanar suas dúvidas. Consulte também o site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

http://www.cirurgiaplastica.org.br/